US$ 30 bilhões ou R$ 155 bilhões. É essa economia que o Brasil perde anualmente por preconceito, segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias de Cannabis (ABICANN). Esse é o preço da proibição da Cannabis/Cânhamo. Você sabia disso?

A planta e os valores de seus matérias-primas – capazes de recuperar o meio ambiente, melhorar a saúde humana e animal através do uso medicinal, gerar empregos, impostos, desenvolver novos negócios e movimentar a economia nacional – será apresentada de forma minuciosa no próximo dia 9 de dezembro, em São Paulo, no encontro exclusivo da Hemp Fair EXP SP.

O curioso é que mais de 90 países no mundo que já regularam, de alguma forma, as variedades de Cannabis sativa e estão arrecadando milhões em impostos. E eis que surge a pergunta: O que estamos esperando para legalizar e regular esta poderosa planta?

No evento regional Hemp Fair EXP SP será o local adequado para encontrar profissionais técnico-científicos e representantes de indústrias trazendo experiências e cenários sobre 12 Mercados e as Indústrias da Cannabis e suas principais projeções até 2030. Essa fascinante cultura agrícola milenar entra no centro do debate econômico e social. E esperamos que, por meio de diálogos diplomáticos e conhecimentos profundos sobre o tema, os poderes, os setores econômicos e a população consiga chegar a única conclusão possível: a Cannabis sativa é vida!